terça-feira, 25 de agosto de 2015

PRESSÃO VENOSA CENTRAL(PVC)

PRESSÃO VENOSA CENTRAL (PVC)


Conceito:  
Pressão venosa central (PVC) é a medida da pressão existente nas grandes veias de retorno ao átrio direito do coração (veia cava superior)e representa a medida de capacidade relativa que o coração tem em bombear o sangue venoso. A PVC fornece informações referentes ao volume sanguíneo que chega ao coração, ao tônus vascular e as condições do coração (capacidade de bombear o sangue).
A PVC é uma medida hemodinâmica frequente na UTI. É determinada pela interação entre o volume intravascular, função do ventrículo direito, tônus vasomotor e pressão intratorácica.
A pressão venosa central foi introduzida na prática médica na década de 60. (Machado, Moura e Figueiredo 2003).
Cintra (2003) reforça que o principal propósito de mensurar a PVC é estimar a pressão diastólica final do ventrículo direito. Em pacientes com reserva cardíaca e resistência vascular pulmonar normal, a PVC pode orientar o manuseio hemodinâmico global.
A PVC é obtida através de um cateter locado na veia cava superior, o cateter central com uma ou duas vias; para mensurar a PVC o mais indicado é o cateter de duas vias (duplo lúmen). A pressão é medida em centímetros de água e á mensuração da PVC é realizada através de uma coluna de água ligada a um transdutor de pressão ou manualmente a uma régua.



Indicações
·         Choque
·         Lesão pulmonar ou SDRA
·          Insuficiência renal aguda
·         Sepse grave
·         Paciente com alto risco cirúrgico
·         Cirurgia de grande porte

Contraindicações:
·         Obstrução de veia cava superior
·          Trombose venosa profunda em membros superiores
·         Infecção, queimadura ou limitação anatômica no local de acesso

Vias  de Acessos em ordem de preferência:

·         Jugular interna direita
·          Jugular interna esquerda
·         Subclávia esquerda
·         Subclávia direita
·         Femoral direita ou esquerda
·          PICC

Materiais

  •          Nivelador
  •   Suporte de soro;
  •   Soro glicosado 5% ou fisiológico 250 ml;
  •   Equipo de PVC
  •  Fita adesiva (esparadrapo ou fita crepe)
  •   Torneirinha.
Montagem do Sistema
1-Colocar a régua niveladora no esterno do paciente.
2-Colocar a régua simples no sentido antero-posterior altura do segundo espaço intercostal (ângulo de Louis) e fazer a medida da largura do tórax;
3-Marcar exatamente o meio da medida do tórax (linha axilar media);
4-Marcar do meio do tórax ate o suporte de soro com a régua niveladora;
5-Colar a fita com o zero na marca da linha medida do suporte;
6--Fixar as duas extremidades do equipo de pvc com a fita adesiva;
7-Adaptar o equipo no intracath do paciente com tree way (torneira de três vias);
8-Abrir o soro para encher o equipo de PVC;













Técnica para verificação da PVC

1-Manter a cama na horizontal, sem travesseiro (pode ser montado com o paciente a 30 graus)
2-Verificar se o equipo de PVC esta com as duas colunas de soro preenchidas;
3- Abrir as linhas de medicação;
4-Abrir o soro da PVC
5-Verificar a descida da coluna de soro (ate o vazamento do soro pelo equipo da coluna);
6- Fechar o soro da PVC;
7-Caso o paciente esteja conectado ao respirador, não desconectá-lo e ao final anotar o valor do PEEP;
8-Observar o menisco de soro descendo na coluna graduada;
9-Anotar o valor da PVC assim que o menisco oscilar
10-Fechar o sistema de PVC;
11- Abrir os demais soros;
12- Reposicionar o paciente e deixa-lo confortável;
13- Anotar o valor mensurado;
Valores Normais
·         2-8 mmHg (uso de transdutor de pressão)
 3-11 cmH2O (uso da régua com solução salina) 

Referências:
http://www.hospvirt.org.br/enfermagem/port/pvc1.html
http://www.portaleducacao.com.br/educacao/artigos/32376/pressao-venosa-central-pvc
http://www.coren-ro.org.br/instalacao-e-responsabilidade-da-verificacao-de-pressao-venosa-central-pvc-pela-equipe-de-enfermag_690.html

Leia também:

7 comentários: